Os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado seguiram o voto do relator Tarcísio Costa e o Tribunal de Contas determinou que o prefeito de Natal, Carlos Eduardo e a presidente do NatalPrev, Araci França, devolvam, no prazo de 15 dias, à conta do NatalPrev, os quase 16 milhões sacados para pagamento de parte da folha da Prefeitura de Natal este mês.
De acordo com a decisão se o dinheiro não for devolvido dentro do prazo, as contas da Prefeitura serão bloqueadas e tanto o prefeito quanto a presidente do instituto de previdência do município terão que pagar multa diária de 10 mil reais.

DEIXE UMA RESPOSTA