O Ministério da Educação (MEC) nomeou nesta segunda-feira  (20) o professor Josué de Oliveira Moreira como novo reitor interino do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União (DOE) com assinatura do ministro da Educação Abraham Weintraub.

O discente não participou das eleições, realizadas em dezembro de 2019, logo, dá-se a entender que tudo não passa de uma articulação política do grupo bolsonarista, que aqui no RN, tem um dos principais nomes o deputado federal general Girão (PSL), e o líder estadual do movimento Aliança pelo Brasil, coronel-aviador Hélio Oliveira.

Segundo o jornalista Saulo Vale, o reitor eleito do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), o professor José Arnóbio de Araújo afirmou que vai judicializar a nomeação de Josué Moreira como reitor pro-tempore da instituição. O processo eleitoral aconteceu em dezembro de 2019 e elegeu José Arnóbio como reitor do Instituto, com 48,25% dos votos. José Arnóbio ainda contesta que o MEC precisa apresentar justificativa jurídica para não nomear o reitor eleito.

DEIXE UMA RESPOSTA