Por que Brasil já pode ter atingido ‘fundo do poço’ da recessão – e o que isso significa

Três anos depois de passar pela pior crise econômica de sua história, o Brasil entrou em recessão novamente no primeiro trimestre de 2020. Esta foi a conclusão do Comitê de Datação de Ciclos Econômicos (Codace), da Fundação Getulio Vargas, criado em 2004 com o objetivo de determinar uma cronologia de referência para os ciclos econômicos do país.

Um dos critérios para a identificação de uma recessão é ocorrência de dois trimestres consecutivos de queda do Produto Interno Bruto (PIB) — o que configura a chamada recessão técnica. Mas ele não é o único: o comitê leva em consideração uma série de fatores, como a retração disseminada da atividade em um amplo espectro de setores, como é o caso atual.

No primeiro trimestre, o PIB encolheu 1,5%, quando captou apenas os primeiros efeitos da pandemia de covid-19 sobre a economia. As projeções para o segundo trimestre indicam que a queda deve se aprofundar para algo em torno de 10%. Segundo Chauvet, ela seria a pior dos últimos 50 anos, pelo menos – já que não se sabe como foi a retração durante a Grande Depressão de 1929.

Fonte: BBC Brasil (adaptado)

Eugênio Bezerra

Jornalista, editor, blogueiro, redator, apresentador, comunicador, radialista e outras coisas mais...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *