A Justiça autorizou um laboratório a vender cápsulas de fosfoetanolamina por R$ 6 cada uma. Mas um dos criadores já disse que não vai autorizar, por considerar o preço alto. A “pílula do câncer” não passou por testes em humanos e não tem registro na Anvisa.

image

DEIXE UMA RESPOSTA