Operação da PF com dono da rede de academia Smart FIT: alunos tentam cancelamento de matrícula, mas não conseguem, segundo informação online

Alunos da rede de academias Smart Fit têm reclamado que não conseguem cancelar as matrículas. Alguns clientes desejam suspender o serviço por não terem condições de pagar por ele, em razão da crise econômica desencadeada pela pandemia do novo coronavírus. Outros, porém, querem promover um boicote à rede depois de o dono, Edgard Corona, ter sido alvo de uma operação da Polícia Federal que apura esquema de disseminação de notícias falsas (fake news).

Nas rede sociais, vários usuários reclamaram que, ao tentarem cancelar o plano pela internet, são informados de que só o podem fazer presencialmente. Acontece, contudo, que as unidades da rede estão fechadas desde 19 de março em razão da pandemia de covid-19. Em resposta a alguns internautas, o perfil oficial da Smart Fit no Twitter informou que o cancelamento não pode ser realizado, uma vez que as matrículas estão congeladas no período — não havendo, portanto, cobrança de mensalidade, apenas da manutenção anual.

Fonte: Correio Braziliense

Eugênio Bezerra

Jornalista, editor, blogueiro, redator, apresentador, comunicador, radialista e outras coisas mais...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *