Fundos de investimentos estrangeiros cobram de Bolsonaro fim do desmatamento da Amazônia

Fundos de investimento que gerenciam ativos que somam perto de US$ 4 trilhões (mais de R$ 20 trilhões) pediram ao Brasil nesta terça-feira (23) que suspenda o desmatamento na Amazônia. Em uma carta aberta, eles alertaram que a perda da biodiversidade e as emissões de carbono representam um “risco sistêmico” aos seus portfólios.

Gerentes de fundos de países europeus, asiáticos e sul-americanos expressaram o temor de que o governo do presidente Jair Bolsonaro esteja usando a crise sanitária da Covid-19 para avançar na desregulamentação ambiental, o que poderia “comprometer a sobrevivência da Amazônia”. “Estamos preocupados com o impacto financeiro do desmatamento, bem como as violações dos direitos dos povos indígenas, que implicam em potenciais consequências para os riscos de reputação, operacionais e regulatórios de nossos clientes e empresas investidoras”, diz a carta.

Fonte: UOL

Eugênio Bezerra

Jornalista, editor, blogueiro, redator, apresentador, comunicador, radialista e outras coisas mais...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *