O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o ex-prefeito de Extremoz, Klaus Rego, pelo crime de Falsificação de Documento Público (Art. 297c/c 304 do Código Penal).

Klaus é acusado de, após receber a intimação, ter falsificado um Decreto da Prefeitura de Extremoz, e ter apresentado em outro processo de Improbidade que ele já foi condenado na própria Justiça Federal, a devolver quase 600 mil reais aos cofres públicos.

DEIXE UMA RESPOSTA