O PSDB poderá lançar a candidatura de João Doria à Presidência em 2018 inclusive com apoio do senador Aécio Neves, outro nome posto para a disputa do ano que vem.

Dirigentes da sigla – entre eles, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso – trabalham com a hipótese de Doria como uma espécie de plano B para a corrida presidencial, caso sejam confirmados o conteúdo de depoimentos de ex-executivos da Odebrecht e seus impactos.Segundo um amigo de FHC, o ex-presidente está “atento a Doria”, assim como aliados do senador mineiro.

Tucanos ligados a Aécio já procuraram o prefeito para a pavimentação de pontes.

O ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy (BA), por exemplo, viajou a São Paulo no dia 17 de março para um almoço particular com Doria.

Doria nega a candidatura e reafirma seu apoio a nomes como Alckmin. Ontem durante uma solenidade de entrega de casas populares do programa “Minha Casa, Minha Vida”, Doria bateu boca com manifestantes. 

DEIXE UMA RESPOSTA