De genro a “pombo-correio”: deputado federal Fábio Faria informa a Silvio Santos sobre matéria do SBT Brasil contra o presidente Bolsonaro, e edição de jornal é cancelada

O SBT Brasil não foi exibido no último sábado (23), por ordem de Silvio Santos, mas teve um motivo: o dono da emissora, Silvio Santos, teria tomado a atitude para evitar um “mal-estar” com o presidente Jair Bolsonaro.

O que se sabe, até então, é que o deputado federal daqui do Rio Grande do Norte, Fábio Faria, marido de Patrícia Abravanel, serviu de “pombo correio” para informar ao sogro de que o secretário de comunicação do governo, Fábio Wajngarten, telefonou para ele reclamando da edição da última sexta-feira (22) do telejornal (SBT Brasil), que abordou a divulgação do vídeo ministerial, em que foi marcada por palavras de baixo calão proferidas pelo presidente Jair Bolsonaro e seus auxiliares.

Após Wajngarten ter apontado que o SBT Brasil acabou concluindo, em cerca de cinco minutos de reportagem, que Sergio Moro estava certo em sua denúncia de que Bolsonaro teria tentado interferir na Polícia Federal, Faria noticiou Silvio que, em seguida, ligou para a direção de jornalismo do SBT cancelando a edição do telejornal. Mesmo assim, os plantonistas seguiram trabalhando, atônitos, cogitando a possibilidade do patrão voltar atrás, o que não aconteceu. Às 19h30, todos foram liberados. No lugar, entrou uma reprise do Triturando.

Eugênio Bezerra

Jornalista, editor, blogueiro, redator, apresentador, comunicador, radialista e outras coisas mais...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *