Apesar da intervenção direta do presidente Jair Bolsonaro na disputa pela liderança do PSL na Câmara, o deputado Delegado Waldir (PSL-GO) segue como o líder da bancada. A Secretária Geral da Mesa validou a lista que pedia a manutenção de seu nome na função. O que contou no final foi o número de assinaturas em cada uma das listas protocoladas na quarta-feira, 16.

A mesa validou 26 e 24 assinaturas para a primeira e terceira listas protocoladas na noite de quarta que pediam a destituição de Waldir e a nomeação de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) como líder. 

Esses dois documentos foram feitos por deputados ligados ao presidente da República, Jair Bolsonaro, pai de Eduardo.

Já a segunda lista, feita por deputados ligados ao presidente do partido Luciano Bivar (PE), contabilizou 29 assinaturas válidas, o que dá a maioria da bancada que é composta atualmente por 53 deputados.

DEIXE UMA RESPOSTA