A teoria de isolamento vertical comprada por Trump e Bolsonaro

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e do Brasil, Jair Bolsonaro, comprou a teoria do isolamento vertical. Como quase toda solução simples para problema complexo, a teoria tem chance alta de estar errada. Confira alguns pontos: 

1. Os 2 expoentes da teoria,os epidemiologistas @johnioa e @DrDavidKatz , usam dados da Coreia do Sul -onde 1% dos infectados morreu e a maioria apresentou só quadros leves – p/ defender q bastaria isolar grupos de risco – idosos, diabéticos, cardiopatas – p/ vencer o coronavírus

2. Ambos argumentam q o confinamento de cidades inteiras ñ só seria dar tiro de canhão em mosquito como impediria a formação da “imunidade de rebanho”, qdo a população em geral desenvolve anticorpos contra o 🦠e passa a conter sua multiplicação e circulação, sufocando a pandemia

3. Manter o lockdown de cidades (como acontece em vários países hj) poderia fazer + vítimas de pobreza, desemprego e violência do q do vírus em si, diz Katz. Ioannidis nos compara a um elefante q, ao ser arranhado por um gatinho, decide se proteger pulando do precipício

4. A teoria soou como música nos ouvidos de Wall Street e e desembarcou nas equipes econômicas dos governos de 🇧🇷e🇺🇸, desesperadas pra suavizar o tombo fiscal e econômico resultante da pandemia. P/ isso, podem escolher fechar os 👀 p/ as contradições do tal isolamento vertical

5. Um problema da pandemia é a falta de dados. A OMS estima que p/ saber a expansão e a letalidade dela, precisaríamos ter 80 vezes a quantidade de testes que temos hj. O q vemos com os dados hj é uma parte da fotografia, que ñ permite descobrir qual é a imagem completa da foto

6. E mais: se a letalidade na Coreia do Sul foi de 1%, na China chegou a 4%, na Itália, 9,8%. Isso pq o potencial mortífero ñ depende só do 🦠, mas do sist. de saúde q ele encontra. Em condições ideais, 1 em casa 5 doentes graves morre. Em hospitais c/ sobrecarga, morre 9 em 10

7.Pra piorar, os grupos de risco são enormes. Nos EUA, seria necessário isolar 2 em cada 5. Mta gente p/ uma medida q se pretende cirúrgica. E gente q ñ vive só: avós q moram com netos, pais diabéticos ou cardiopatas c/ filhos jovens. Como os q circulam ñ trarão a doença p/ casa?

8.Nem msm conhecemos todos os grupos de risco. O próprio Katz admite que o número de jovens mortos s/ explicação preocupa. E diz q talvez seja preciso incluí-los no grupo de risco. Mas se é p/ isolar jovens e idosos, quem vai circular? Qual a diferença para o atual lockdown?

9. Se falhar, o isolamento vertical provocaria a morte de cerca de 9 milhões de pessoas só nos 🇺🇸, o q custaria US$60 trilhões, diz o economista @zingales. É + de 2x o PIB anual dos EUA. Sai bem + caro do q o pacote de socorro de US$2 tri p/ segurar a galera em casa por 4 meses

10.A teoria do isolamento vertical pode desmobilizar esforços. E pandemias funcionam em efeito cascata, quase impossível de parar qdo se perde o timing. “Este ñ é um projeto de pesquisa. É vida real, em tempo real”, define @HarryDCrane.

Eis a reportagem: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-52043112

Eugênio Bezerra

Jornalista, editor, blogueiro, redator, apresentador, comunicador, radialista e outras coisas mais...